Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» Benjen Lothbrok
Sex Set 01, 2017 11:37 am por rodamorim

» Princípio dos Tempos
Ter Ago 22, 2017 10:25 am por DM-Fi

» Referências de Criação - Reino e Continente
Ter Ago 22, 2017 9:57 am por DM-Fi

» O Portal dos Portais!!
Sex Ago 18, 2017 1:42 pm por DM-Fi

» Pieron Greycastle
Qua Ago 16, 2017 2:08 pm por Finn

» Drastania, a Cidade da Redenção
Ter Ago 15, 2017 11:56 am por DM-Fi

» Classes disponíveis:
Ter Ago 15, 2017 11:54 am por DM-Fi

» Tristran, a Primeira Parada!!
Ter Ago 15, 2017 10:29 am por DM-Fi

» Regra inicial
Seg Ago 14, 2017 4:48 pm por DM-Fi

Setembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Os membros mais marcados


Referências de Criação - Reino e Continente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Referências de Criação - Reino e Continente

Mensagem por DM-Fi em Ter Ago 22, 2017 9:57 am

Continente de Reddar

Prados Centrais: Enorme porção de terras verdes que ocupam a maior porção do continente meridional. Em sua maior parte, são planícies e terras férteis ocupadas por vilas agrárias cujo único propósito é abastecer as cidades maiores. Mas ainda há algumas grandes cidades que se destacam.

=============================================

Os Ástotres:

O Reino, o mais importante tem 3 importantes cidades, governadas por lordes poderosos que dividem um passado de mistérios servindo os Celestiais e, hoje, vivem nas graças de grandes bênçãos, ainda que por muitos vistas como maldições.

Fundado há mais de 50 anos pelo grande Lorde Ástor, um dos poucos sobreviventes do Exército da Redenção, uma força militar convertida em nome dos Celestiais que expurgaram os Deuses de Reddar. Hoje, o Lorde já está em idade avançada, mas pela bênção recebida pelos serviços celestes, conserva o vigor da juventude, apesar do cansaço dos quase 80 anos de idade. Há quem diga que ele anseia pela morte, inconformado com a longevidade alcançada.

Tem em Drastania, que deve seu nome ao filho mais velho do Lorde, morto na última das Batalhas Redentoras, sua capital e local mais importante. A maior parte da fortuna e dos recursos do Reino vem dali, seja a criação de artefatos especiais (alguns, dizem, com poderes mágicos), ou as armas de seu invencível exército, sempre preparado para longas e árduas campanhas.

Tenthya, a cidade mais ocidental, é separada do restante de Reddar por uma baía conhecida como Lago-Salgado, um enorme acidente geográfico que coloca esta enorme cidade portuária voltada para o Mar sem Fim, berço de exploradores, sonhadores e filósofos. A fraqueza é a carência de terras férteis, dependendo do comércio para abastecer sua cada vez mais numerosa população. Por outro lado, é o berço de aventureiros e ordens mercenárias, e de tempos em tempos algumas trazem vultosos tesouros conquistados em suas campanhas por terras distantes.
Aqui existem escolas e até uma Universidade, berço de estudos e pensadores revolucionários, que condenam e até perseguem a magia e a superstição dos tempos antigos.

Varis, apesar dos números diminuídos, é quase inteiramente militar, ocupando a porção Norte do Reino, voltada para as Terras do Inverno, uma região marcada por belezas antigas da criação do continente, mas lar de povos selvagens e bárbaros saqueadores, os Nórdicos. Esta parte do Reino possui uma gigantesca muralha que se estende dos Abismos sem Fim, mais a oeste, até as Montanhas de Lâminas, uma cordilheira acidentada que, dizem, parecem lanças apontadas para o céu. Um único e sempre bem guardado portão serve de passagem entre os dois lados, e todo tipo de história e superstição ronda aqueles que cruzam seus limites.


Deserto Infindável: Berço da vida, além de seus limites ficam os segredos mais antigos do mundo. Incontáveis expedições cruzam suas bordas acidentadas para nunca mais serem vistas. Diversas lendas rondam seus limites, e vários charlatães gabam-se de ter cruzado suas areias e voltado com tesouros inimagináveis.
Rumor: Em Tenthya, cidade portuária no limite Oriental de Reddar, vive um homem solitário que, contam os boatos, parece morar na mesma casa desde sempre. E não são raros os sábios e menestréis que vêm à sua procura em busca de uma audiência. Diz-se que ele de fato teria passado anos de sua vida viajando pelo deserto, tendo vivido aventuras impensáveis e descoberto segredos antigos que várias ordens secretas pagariam verdadeiras fortunas para descobrir, ou para manter secretos.

Descrição Física: Possuem estatura mediana, podendo passar de 1,80m (homens) e 1,70m (mulheres). Por seu passado de missigenação entre os Colonizadores e os Nativos, posem ter todas as cores de cabelos e olhos, dependendo da região onde vivem.
Governo: Cada cidade possui o seu líder e regente, mas o Reino em si vive sob a tutela dos Três Redentores, líderes militares sobreviventes da Grande Guerra Redentora.
Crenças: Antes, cada família tinha seu credo. mas com o advento dos Celestiais, uma única religião foi imposta, sendo defendida com o peso das armas até os dias de hoje. Algumas poucas comunidades espalhadas ainda cultuam em segredo os deuses de antes, mas a constante vigilância dos Inquisidores da igreja os faz viver reclusos e em segredo.

=============================================

Os Normandos:

Além da Gigantesca Muralha de Varis vivem povos antigos, organizados em clãs, e cujo governo pouco se unifica, havendo sempre alguma disputa pela Lei e pela Autoridade. Normalmente os mais velhos e/ou os mais fortes estarão sempre no comando dos mais fracos, submetendo-os à sua vontade e decisões inquestionáveis.
Sua influência sobre o continente despencou depois da Grande Guerra Redentora, quando os Celestiais baniram seus deuses e afugentaram seus cultos pagãos para longe das vilas, vivendo hoje reclusos além dos limites de Varis, sendo perseguidos e desacreditados, algumas vezes tidos como animais e selvagens.

No passado (remoto) foram escravizados por sua incrível força e resistência superiores, acostumados aos climas extremos de suas terras-natais, mas uma rebelião começou a tomar conta dos cultos, que passaram a dominar as cidades, mergulhando Reddar numa guerra sangrenta, uns tentando se sobrepor aos outros.
Foi só com o surgimento dos Celestiais que seus cultos começaram a sofrer grandes derrotas, sendo expulsos das cidades e banidos cada vez mais para o Norte, até que se construiu a enorme Muralha de Varis, que os mantém reclusos às suas próprias terras.

Ainda hoje, historiadores e mercenários fazem expedições, apesar dos propósitos diversos, cruzando o Portão de Gelo rumo às terras Normandas. Muitos nunca mais voltam, mas alguns retornam carregados de ouro e histórias incríveis para encher e animar os salões das tavernas por anos.

Descrição Física: São fortes e robustos, e facilmente seriam tomados como gigantes pelos povos de outras terras. Há contos de heróis com mais de 2,00m de altura, os homens constantemente têm o corpo tatuado, exaltando seus feitos e crenças.
Governo: Monarquia regida pela força de seus dominantes. cada cidade possui um "Rei", mas em toda região há apenas Uma Coroa, pertencente ao Grande Rei, o maior líder, o mais forte combatente e o mais sábio entre os homens.
Crenças: Cultuam uma ampla gama de deuses, e embora seus cultos coexistam, não é raro que seus interesses se choquem, este costume é até incentivado, dada a natureza bruta de seus fiéis.


=============================================

Os Galeses:

São pessoas inquietas, dizem os sábios, constantemente viajando e misturando-se em toda parte do continente de Reddar. São sempre alegres e festivos, adoram uma boa bebida e estão sempre presentes nos festivais. Como os Normandos, alguns têm o costume de se tatuar, e não é raro que façam concursos de tatuagens, a mais demorada, a mais artística, a mais dolorida, o homem (ou mulher) mais tatuado(a), e assim por diante.
Têm uma cultura própria, mesclando um pouco dos costumes dos locais onde viveram, e as tribos se reconhecem desta maneira, podendo recontar sua história até seus primeiros membros, os fundadores de cada Casa.
Tendem a ser esguios e muito expressivos, por muitos tidos como "irritantemente alegres", e por serem um povo antigo, aprenderam com os erros do passado, sendo tolerantes e respeitando os costumes diversos dos seus.
Organizam-se em trupes independentes, normalmente compostas por algumas famílias que decidem viver em grupos coletivos, seja por segurança ou conveniência. Não têm o costume de acumular riquezas, e por esta razão são vistos com desconfiança pelas cidades por onde passam, erroneamente tidos como ladrões e marginais, embora estes sejam minoria em seus coletivos.
Têm um senso de honra e dever muito exacerbado, e embora não sejam brigões como os Normandos, sabem se defender bem por sua capacidade de se adaptar aos locais onde vivem.

Descrição Física: Costumam ser mais baixos que a média, embora não seja uma regra. Apesar disso, são robustos e bem adaptados. Muitos possuem expressões marcadas pelo clima adverso nas estradas, e corpos calejados por constantes e longas viagens. Normalmente têm peles morenas e cabelos claros, embora os olhos possam ser de qualquer variedade, do azul claro ao negro.
Governo: São muito independentes e pouco centralizados, dividindo-se em famílias controladas sempre pelos mais velhos, tidos como autoridade inquestionável, e mesmo fora de seu meio, um Galês jamais vai contrarias ou menosprezar a palavra de um ancião.
Crenças: Apesar de serem muito adaptados aos lugares onde vivem, muitos cultuam forças elementais e manifestações da natureza, um costume aprendido com as famílias mais antigas. Embora reconheçam a autoridade da Igreja, é sabido que no núcleo de suas famílias são sempre cultuados outros deuses, o que só aumenta a desconfiança pela maioria das pessoas de fora de seus círculos.
avatar
DM-Fi
Admin

Mensagens : 1266
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 39
Localização : Taubaté-SP

http://ostrespilares.forumsrpg.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum